25/02/2010

Funchal 3 dias depois do temporal









Recebido por e-mail de Joaquim Evónio

4 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Sinceramente acredita nessa história???

Deverá haver partes da Madeira que não foram tão afectadas, mas tudo isto é campanha do Alberto João Jardim...

Eu no Sempre Jovens nem comento...
Beijinhos

A. João Soares disse...

Querida Amiga Ná,

Fiz esse comentário no Sempre Jovens. É uma «boa» propaganda para bem do negócio do turismo. A tragédia foi grave nas proximidades do leito natural das ribeiras. Mas nas zonas altas nada aconteceu a não ser as ruas ficarem molhadas!
Quando tive conhecimento do caso enviei um e-mail para o nosso amigo Fernando Vouga, o primeiro administrador do SJ que me respondeu pouco depois a dizer que ele nada tinha sofrido por viver num local alto a oeste do local afectado.

Sugiro-lhe a leitura do meu post Tragédia que faz pensar

Beijos
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Dito assim e por si acredito.

Beijinhos

A. João Soares disse...

Minha querida amiga Ná,

Nunca se esqueça que a maldade não está naquilo que nos dizem mas na interpretação que fazemos disso!!! Se o presente que nos oferecem não nos agrada recusamos recebê-lo.
Outra verdade, é que no fundo das razões há sempre um interesse económico. Este económico pode nem ser dinheiro, mas um bem espiritual. É por isso que os pobres não deixam de pedir junto das igrejas, porque as pessoas nesse local estão mais dispostas a comprar a salvação da alma, em troca da esmola ao pobre!!!

Depois destas filosofices envio-lhe um beijo de boa noite,
João